Seminário de Psicoterapia Arquetípica

O psicanalista junguiano Marcus Quintaes irá realizar na data de 24 de fevereiro um Seminário Clínico de Psicoterapia Arquetípica na Clínica Archés em Curitiba.

O Seminário irá constar de duas palestras:
Manhã – “Se o sintoma é obsceno, toda individuação é escandalosa: a clínica de Psicologia Arquetípica”
Tarde – “A tristeza é azul: notas arquetípicas sobre a melancolia”

Marcus Quintaes CRP 05/17406 , é coordenador de seminários sobre a psicologia arquetípica de James Hillman e o pensamento pós-junguiano no Rio de Janeiro e São Paulo

* As vagas são limitadas.


” É possível afirmar a hipótese de uma clínica arquetípica? Caso a resposta seja positiva, quais são seus fundamentos? Quais são seus predicados? O que sustenta teoricamente o exercício da sua prática? E, o mais importante, no que ela difere e inova em relação a clínica tradicional junguiana?”

“Resumidamente, meu ponto de vista é o seguinte: além da teoria geral da transformação alquímica e além dos paralelos particulares das imagens alquímicas com o processo de individuação, é a linguagem alquímica que pode ser a mais valiosa para terapia junguiana. A linguagem alquímica é um tipo de terapia; ela é, em sim, terapêutica” (James Hillman, Psicologia Alquimica)

 

Mais informações: 
Email: arches@arches.psc.br
Telefone: (41) 3252-2421
Endereço: R. David Carneiro, 431 – São Francisco, Curitiba – PR, 80530-070